Prevenção contra Fraude

Pessoas mal intencionadas podem usar truques e mentiras para tentar roubar você, veja abaixo alguns dos golpes mais comuns e fique atento.

Boletos Adulterados

​O golpe dos falsos boletos ocorre quando o código de barras de um boleto é adulterado para que o valor pago vá para uma conta indevida. O
boleto adulterado pode chegar na casa do cliente ou ser adulterado na emissão pela internet.​​

Boletos sem prestação de serviço podem ser enviados para a população, indiscriminadamente. O nome da empresa que aparece nos boletos e
os valores cobrados confundem as vítimas que acreditam se tratar de uma cobrança obrigatória. ​

​​É possível evitar as duas formas de golpe com algumas medidas preventivas simples. Clique aqui ​e saiba mais.

Falso empréstimo:

Liberação de crédito para pessoas com dificuldades econômicas e/ou restrições de crédito pode ser golpe. É solicitado à vítima que faça um
depósito em determinada conta corrente a título de comissão, taxa de crédito, IOF ou seguro como condição para a liberação do empréstimo.​ O
dinheiro é sacado assim que entra na conta do golpista.

Pesquise a existência do banco/financeira no site do Banco Central e verifique se o mesmo possui site, bem como o endereço informado. Fique
atento ao número de contas fornecidas para depósito e principalmente em quem é o beneficiário.

A Sinosserra Financeira não exige depósito inicial para liberação de empréstimo.

Falso Sequestro:

Os golpistas ligam para a vítima dizendo que um membro da família foi sequestrado e que, se não for depositada uma quantia imediatamente,
ele será ferido ou morto.​ Após depositado, o dinheiro é sacado imediatamente.

Procure manter a calma em golpes que envolvam familiares. ​Normalmente, o golpista não sabe o nome do familiar sequestrado, por isso, fique
atento e não​​ pronuncie nomes. Se possível, durante a conversa, peça para outra pessoa tentar localizar o parente que está sendo citado.

Falsas Doações:

Se passando por uma falsa autoridade ou pessoa conhecida publicamente, o golpista liga para vítima pedindo doações para uma ONG, fundação
ou creche. Depois, informa um número de conta para depósitos dos valores, sendo os valores sacados imediatamente.

Você pode contribuir, mas, é importante fazer de forma certa. Procure informações e se possível visitar a instituição.

Conheça nossa Cartilha de Prevenção, Identificação e Resposta a Fraudes clicando aqui.